Parabéns Grande Sporting!!!

21/05/07


É verdade que o meu Sporting não foi campeão, mas aquilo que me apetece enaltecer é nada mais nada menos do que a atitude da massa adepta do Sporting Clube de Portugal, que nos últimos 5m do jogo de ontem contra o Belenenses decidiu pôr-se de pé a cantar e a bater palmas à equipa, e demos uma lição de como se deve sentir e saber estar no futebol.

Naquele momento a minha pele ficou completamente arrepiada e um enorme sentimento de orgulho invadiu a minha alma. A emoção era tanta que eu próprio me levantei do sofá e bati palmas... como se os campeões fôssemos nós. (Parabéns ao FCP por isso)

Mas é por estas "pequenas grandes" atitudes que cada vez mais me fazem gostar do meu clube... e quer ganhe, quer perca... SPORTING SEMPRE!!!

Obrigado por terem acreditado e nunca desitirem!!!

...........

E como normalmente eu tenho uma música para quase tudo, este momento não pode passar em claro com a música que ultimamente me faz arrepiar e apesar de não ter nada a ver com futebol, aqui fica a menina Regina Spektor!!!


6 comentários:

Leonor Martins disse...

Adoro Regina, em Março postei uma serie de videos dela On The Radio, Better e Fidelity...do Sporting nem por isso ;)

Até breve...

Trópico disse...

Amigo Cord, acompanho-o em todas as suas palavras e até na opção musical!

Bia disse...

Preferia que vocês tivessem ganho.. mas enfim... o FCP tinha de ganhar.. bah!!

Canochinha disse...

Foi uma pena. Cada vez que penso naquele golo com a mão do Paços de Ferreira... Mas adiante! :))

K@Z disse...

E só para ti aqui vai 1 poema dogno de ser apelidado de "dialecto da tenura":

Tú k sentes com o coração;
vives o scp com paixão;
coincidência em ferreira;
com o ferreira;
o ronny com a mão;
transformou a tripa em campeão!

lol se bem!
já agora... deves ser do bloco de esquerda...

Mistica Verde disse...

Foi um daqueles momentos especiais. Ver quase 50000 pessoas de pé a cantar em uníssono "Até morrer Sporting Allez" foi realmente algo.
Perdoem-me os demais, mas ser sportinguista é, de facto, único!