O Cartaz da Polémica

30/03/07




Eu sou de me chatear pouco com política, mas este caso não o posso deixar passar ao lado.
Em plena Marquês do Pombal em Lisboa, está colocado este enorme cartaz dizendo e passo a citar: "Basta de imigração. Nacionalismo é a solução".
Olha isto deixa-me a pensar que, este partido que supostamente se preocupa muito com os portugueses, esquece-se de uma coisa muito importante, que é... E os PORTUGUESES que estão no estrangeiro a ganhar a vida??!!! Será que gostavam que essa mensagem fosse imposta nesses países onde milhares de portugueses ganham a vida??
Mas eu não discordo totalmente da ideia deste PNR, pois acho que a lei da imigração devia de ser revista, pois nós não podemos ser o paraíso (que por vezes é inferno como se sabe) para muita gente. Apenas discordo da forma como esta campanha Xenófoba foi elaborada...

Não me vou alongar mais, pois de política infelizmente sei pouco... e daquilo que sei pouco não gosto de falar muito.

5 comentários:

Bia disse...

A lei da imigração devia ser revista sim, a fim de termos uma imigração mais controlada. É bom para o país e também para os imigrantes em si. Mas esse cartaz é um abuso, e totalmente (como aliás referes) hipócrita...

Canochinha disse...

Subscrevo o que vocês os dois dizem!

Helena disse...

Amigo, eu compreendo bem o que o cartaz quer dizer. A meu ver, o José Pinto Coelho defende uma lei de imigração controlada, ou seja, pretende-se acabar com a imigração legal. Porque, repara, o que acontece hoje em dia é que os que estão ilegais, pura e simplemente legalizam-se sem se pensar no número de imigrantes que o país pode suportar.
E não nos podemos esquecer do que isso acarreta. Havendo mão-de-obra barata, os portugueses sofrem as consequências disso, como por exemplo, a maior parte dos portugueses tem um salário médio de 100 contos e normalmente tem que ser polivalente. Comecem a reparar nos anúncios do género: Precisa-se de recepcionista que também faça vendas, perceba de CAD, processamento de salários, etc. Remuneração 500eur. Lembras-te daquela situação em que uma presidente da camara mandou vir uns brasileiros trabalhar na sua terra, e dava-lhes casa? Tosos ficaram muito indignados porque nenhum português queria lá trabalhar... "O português é mas é preguiçoso". Não! O português não queria era tar a ganhar 400 euros/mês enquanto a presidente vivia à fartasana!
Enfim, obrigada por me deixares desabafar :D

Helena disse...

A meu ver, o José Pinto Coelho defende uma lei de imigração controlada, ou seja, pretende-se acabar com a imigração legal.

Falta ali o "i" de "ilegal" e não legal. enganei-me...

Corduroy disse...

Helena... sabes que sempre que quiseres podes vir desabafar aqui. Eu compreendo perfeitamente a reinvidicação desse partido, e concordo com o que disseste. Mas eu apenas me insurgi contra o cartaz e á sua mensagem que eu considero xenófoba e racista.

Apareçam quando quiserem... aqui o blog está aberto 24h por dia!!!