Medo de andar na estrada

06/11/07

Hoje em dia, e ao ver notícias deste género, fazem com que sinta cada vez mais medo de andar na estrada. Ao que consegui perceber na Praça da Alegria, este fim-de-semana alargado houveram cerca de 900 acidentes, do qual resultaram 13 mortes. Isto sem contar com o acidente da referida notícia, pois assim o número subia para mais do dobro.
É um facto que muitas das nossas estradas são perigosas e sem o mínimo de segurança, mas isso não serve de desculpa para se andar na estrada como se fossem o Colin McRae ou Shumacher, ou até mesmo, para andar com altas taxas de alcoolémia no sangue. O facto de as nossas estradas serem pouco seguras, devia de funcionar como um mote para as pessoas andarem mais devagar e cumprirem as leis e não ao contrário. Ainda este fim-de-semana, na minha pacata freguesia de Novelas (onde reside e é natural essa atleta medalhada com o ouro olimpico, Fernanda Ribeiro), um condutor embriagado enfiou-se por uma ribanceira abaixo. Felizmente caiu sozinho, mas esta situação podia ser bem pior, pois podia ter afectado outros condutores.
Isto na sua maioria acontece pela falta de civismo dos condutores, que apenas sabem olhar para o seu umbigo e esquecem-se que não andam sozinhos na estrada.
É triste, mas sinceramente, cada vez que pego no carro, principalmente para me deslocar a Bragança pela IP4, sinto um enorme receio, não porque a estrada em si é um pouco perigosa (isto apesar dos melhoramentos), mas porque os condutores abusam e facilitam em demasia...

9 comentários:

Canochinha disse...

As estradas são más, mas não é desculpa! A causa disto tudo é, como bem dizes, a falta de civismo!

Vascoigne disse...

Sem duvida falta de civismo... Não só nos jovens encartados como nos "Fangios" generalizados por essas estradas fora...
Como tu, também tenho um respeito enorme ao troço IP4 e se verificares todo ele está num estado muito aceitável, mas não são aceitáveis alguns comportamentos de alguns camionistas e utentes de troço...

Paulo disse...

Eu já não sei o que dizer sobre isto. É o reflexo de muitas coisas, mas é principalmente, e acima de tudo, devido à falta de civismo das pessoas.
Parece que se transformam dentro dos carros! PORQUÊ!??!

K@Z disse...

É só para dizer que não é só IP4!!!
E já pensaram na qualidade das escolas de condução e avaliadores?!

Corduroy disse...

Kas: Eu apenas dei a IP4 com exemplo pk é a estrada que efectuo viagens longas mais vezes... e na qual apanhei mais sustos.
Em relação aos avaliadores e respectivas escolas de condução, não creio que eles sejam os culpados pela falta de civismo dos condutores. Até pk nas aulas de condução e pelo que vejo na estrada, as pessoas respeitam os limites. O problema é as pessoas acharem que são os melhores condutores do mundo

Miss Alcor disse...

A verdade é que sair de casa é cada vez mais perigoso!
E é certo que as estradas são más e muito mal sinalizadas, mas a maldita da pressa e a clara falta de civismo dão uma grande ajuda!

astuto disse...

Não podemos começar a dizer que está tudo mal, esse é o caminho mais curto para nada se resolver. Vamos acabar com mitos: as estradas são boas e estão bem sinalizadas (há dúvidas?), a legislação (coimas e repreensões) é a indicada e existem muitas campanhas de prevenção. O que falha é aquilo que falha em tudo em Portugal, ou seja,uma percentagem de Tugas é vaidosa e incompetente e estraga o esforço de uma grande maioria para melhorar este pedacito de terra tão jeitoso e, ao mesmo tempo, tão negligenciado.

Cumprimentos.

PS: o Figo, é pá, espero que não acabe a carreira :-(

PS1: És da terra da Nandinha?! Terra de campeões!!

K@Z disse...

Certo Bitinha, mas não é só a estrada, não é só sinalização, não é só civismo, nem só as escolas...
Mas qual o local onde se deve apostar para melhorar os condutores de amanhã?

K@Z disse...

Para teres a carta tens que saber que com a carta b ou b1 ou xpto só podes conduzir carros com n peso , reboque, tara x... mas não faz parte dos planos de estudos, por exemplo, um teste orientado do tipo psicotécnico, como acontece em alguns países!
Porque afinal também temos melhores estradas e mais seguras, carros "idem", será que isto acontece por pura salvajaria ou também mal formação !?